Das diferenças do Trabalho Remoto, Home Office e Teletrabalho



É necessário pontuar, de início, que embora existam semelhanças entre tais modalidades estas não se confundem.


A seguir será feita uma breve análise quanto a estas três modalidades de trabalho.






A única modalidade que possui regulamentação específica disposta na Consolidação das Leis do Trabalho(CLT), é a modalidade de Teletrabalho, em seu artigo 75- B e seguintes.


Neste, as atividades são preponderantemente fora da sede empresarial, utilizando-se de meios tecnológicos.


O Teletrabalho exige que ocorra a alteração contratual e que a empresa promova tal regulamentação, deixando de forma expressa quais serão as atividades desempenhadas pelo trabalhador, ressalta-se que é necessário que o trabalhador tenha infraestrutura a fim de desempenhar as atividades exigidas, quanto aos equipamentos caberá ao empregador e empregado decidirem de comum acordo como se dará o fornecimento. Tal modalidade causa mais segurança ao empregador uma vez que possui previsão expressa.


Quanto ao home office, que seria o trabalho de casa, não existe previsão legal. É o trabalho que pode ser realizado tanto de sua casa, como na sede da empresa, nesta não seria necessário a alteração do contrato de trabalho, uma vez que o empregador continuaria a seguir sua jornada já estabelecida, o que ocorre é a flexibilização quanto a atividade presencial.


Já o trabalho remoto engloba tanto o home office quanto o teletrabalho, porém este não segue o disposto pela CLT quanto ao teletrabalho, seria o trabalho a distância porem não necessariamente na residência do trabalhador, por isso ele é mais amplo e abrange as duas modalidades, permitindo uma maior flexibilidade ao trabalhador.



Publicado por


Natalia L. Werner


Advogada Associada na empresa Dartagnan & Stein Advogados Associados.(www.dartagnanestein.com.br)


2 visualizações0 comentário
001.png